Senac-DF e Setur-DF assinam convênio para abrir cafeteria-escola na Casa de Chá, na Praça dos Três Poderes

0
19

por Sinval Souza

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Distrito Federal (Senac-DF) e a Secretaria de Estado de Turismo do DF (Setur-DF) assinaram, nesta terça-feira(16), convênio para implantação de empresa pedagógica de gastronomia na Casa de Chá, na Praça dos Três Poderes. A operação será feita no formato de cafeteria-escola, onde alunos do Senac-DF farão estágio supervisionado por instrutores da Instituição. O ato de assinatura foi realizado no local. O evento contou com a presença do governador do DF, Ibaneis Rocha, e da vice-governadora do DF, Celina Leão.

O projeto, que está em andamento desde 2023, prevê a concessão do uso do espaço ao Senac-DF por dois anos e meio, inicialmente, e poderá ser prorrogado por igual período até totalizar 10 anos. Como será uma empresa pedagógica de gastronomia, não visará qualquer lucratividade e praticará preços acessíveis. A previsão é que a Casa de Chá seja inaugurada no dia 26 de junho.

O governador do DF, Ibaneis Rocha, falou sobre a parceria firmada. “É motivo de alegria para nós firmarmos esta parceria com o Senac, que vai dar vida novamente à Casa de Chá. Lembro ainda que ganhamos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico um projeto de revitalização da Praça dos Três poderes, o qual iremos executar”, falou.

Em seu discurso, o diretor regional Vitor Corrêa afirmou que a iniciativa coopera para que a sociedade conheça mais sobre o trabalho realizado pelo Senac. “A oportunidade que o Governo do Distrito Federal concede ao Senac nesta manhã amplia o horizonte para que as pessoas entendam o serviço prestado por esta instituição com 57 anos de Brasília e mais de 1,2 milhão de alunos formados. Agora, todos os brasilienses terão acesso ao que fazemos de melhor, os brasileiros terão, na Praça dos Três Poderes, conhecimento do que produzimos e, insisto, os estrangeiros que nos visitam saberão como este serviço é relevante para o Brasil”.

História
A Casa de Chá foi projetada por Oscar Niemeyer e intitulada de “restaurante da Praça dos Três Poderes”, como ele mesmo chamou em seu livro Quase Memórias, entre 1965 e 1966, período em que o arquiteto retornou brevemente ao Brasil. A casa de chá reunia os trabalhadores da região que frequentavam o local após o dia de trabalho, com rodas de violão e cantorias no lado de fora. Seu auge foi nos anos 1970 e 1980.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui