Prorrogadas inscrições para curso gratuito de programação para professores

0
14

Foram prorrogadas as inscrições para o curso gratuito de competências computacionais e programação para professores da rede pública goiana. Professores dos ensinos fundamental 2 (6º ao 9º ano) e médio devem se inscrever até 21 de abril pelo link abre.go.gov.br/codificaprofessores. Podem participar docentes de todas as cidades do estado e que atuem nas redes de ensino público municipal, estadual ou federal.

O curso é oferecido em parceria entre o Governo de Goiás, via Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e o British Council. O Codifica+, como é chamado, é um projeto pioneiro de desenvolvimento profissional contínuo e foi desenvolvido especificamente para a realidade educacional do Brasil. Um vídeo para tirar dúvidas sobre o curso pode ser acessado no link.

O módulo básico, a ser implementado entre abril e maio deste ano, de maneira remota, comporta uma matriz curricular que inclui o pensamento computacional com disciplinas tradicionais como matemática, história e português, enquanto o módulo avançado também incluirá mentoria e, posteriormente, capacitação para que a formação presencial ocorra em laboratórios da rede estadual de ensino profissionalizante de Goiás.

“Um dos nossos objetivos é aumentar a base de futuros cientistas e profissionais da área de tecnologia em Goiás. E alcançaremos isso com professores capacitados para ensinar as crianças e jovens goianos, incentivando que eles se envolvam o quanto antes com o mundo da programação e da robótica”, relata o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Goiás, José Frederico Lyra Netto.

Diana Daste, Diretora de Engajamento Cultural do British Council para o Brasil, afirma que o lançamento do Codifica+ busca empoderar professores, gestores públicos e organizações educacionais com o uso de conhecimentos computacionais e de programação. “O objetivo é preparar melhor os jovens estudantes para o futuro com o desenvolvimento de novas gerações de criadores de soluções, e não apenas de consumidores de tecnologia”, diz.

A iniciativa também terá como foco o trabalho com vieses de gênero e raça em sala de aula, visando incentivar meninas e pessoas negras a seguirem carreiras nas áreas de ciências, tecnologia, engenharia e matemática no futuro. O projeto em Goiás é pioneiro no Brasil.

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação — Governo de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui