Grêmio vira sobre o Flamengo em primeira derrota de Tite

0
65
Everton Cebolinha e João Pedro disputam bola na Arena do Grêmio RICARDO RIMOLI/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Segundo tempo da partida em Porto Alegre teve quatro gols

Com um segundo tempo agitado, o Grêmio venceu o Flamengo de virada por 3 a 2, nesta quarta-feira (25), pela 29ª rodada do Brasileirão, em Porto Alegre. Foi a primeira derrota do técnico Tite no Rubro-Negro.

O Flamengo ainda saiu na frente, com a Lei do Ex aplicada por Everton Cebolinha, que não comemorou contra o ex-clube. Foi o único gol da primeira etapa.

No segundo tempo, porém, a rede balançou quatro vezes em 13 minutos. Ferreira, Nathan Fernandes e André Henrique fizeram 3 a 1 para o Grêmio, e Luiz Araújo descontou.

Grêmio volta ao G6

A pressão seguiu até o fim, mas a vitória foi do time do pressionado Renato Gaúcho. O Grêmio chega a 47 pontos e recupera a vaga no G6 que o Atlético-MG tinha pego provisoriamente após vencer o Red Bull Bragantino.

Já o Flamengo perde a chance de assumir a segunda posição, perde o terceiro lugar para o Palmeiras e fica com 50 pontos, em quarto.

Na próxima rodada, o Grêmio visita o América-MG no Independência, em Belo Horizonte. O jogo será no sábado (28), às 19h.

Como o jogo contra o Bragantino foi adiado, o Flamengo só volta a campo no dia 1º de novembro, contra o Santos no Mané Garrincha, em Brasília, pela 31ª rodada do Brasileirão.

Jogo morno na Arena

Assim que a bola rolou na Arena, o Flamengo quase abriu o placar com Gerson, que chutou por cima da meta de Grêmio após jogada individual de Everton Cebolinha. A resposta do Tricolor foi imediata, com Villasanti arriscando de fora da área para defesa de Rossi. A sequência do jogo, contudo, não empolgou.

O controle até os 20 minutos foi do Flamengo, que voltou a testar Gabriel Grando em chute de Arrascaeta, mas o goleiro gremista defendeu. O tempo passou, o time de Tite teve a posse de bola e não foi ameaçado pelo rival, mas também não conseguiu construir bons lances.

Grêmio melhora…

À medida que o Tricolor subiu a marcação, começaram os problemas na saída de bola da equipe visitante. Assim, o Grêmio foi crescendo na partida. Aos 27 e aos 30, Galdino finalizou contra a meta rival, mas sem direção.

JP Galvão, em jogada individual para cima de Ayrton Lucas, também chegou bem à área do Flamengo, mas acabou travado por Léo Pereira na hora do cruzamento.

E Cebolinha castiga!

No momento que o Grêmio mais sentiu-se confortável para atacar, o Flamengo foi letal. Everton Cebolinha partiu de defesa e só parou quando abriu o placar na Arena, aos 41: 1 a 0.

No lance, o atacante — ex-Grêmio — driblou Geromel, ganhou a dividida com Villasanti e, antes de finalizar, tirou Kannemann e Grando da jogada com um único corte.

Controle rubro-negro

O cenário na volta do intervalo seguiu o mesmo. O Flamengo, com Everton Ribeiro no lugar de Pulgar, aumentou a posse de bola. Por um lado, o time de Tite pouco criou, tampouco correu riscos.

A primeira mudança de Renato, com Ferreirinha para a saída de Bezossi, não mudou o contexto. Os minutos se passaram sem chances de lado a lado. Então, aos 23, o Grêmio partiu para o ataque.

O dedo de Renato

Sacando o zagueiro Kannemann e os Everton Galdino e JP Galvão – discretos na partida -, Renato mexeu na formação do time com as entradas de André, Nathan Fernandes e Cristaldo.

Os primeiros instantes com o trio em campo já indicaram o crescimento do Grêmio diante de um Flamengo que, a esta a altura, contava com Gabigol e Bruno Henrique em campo.

E foi justamente o camisa 27 que errou no lance que deu início à reação gremista. Cristaldo e Ferreirinha trocaram passes até o atacante invadir a área e tocar na saída de Rossi: tudo igual na Arena, aos 30 minutos.

Jovens garantem a virada tricolor

Seis minutos depois, o Grêmio voltou a pressionar a saída de bola do Flamengo. Na dividida de Cristaldo com Gerson, a bola ficou na medida para Nathan Fernandes, de primeira, virar para o Grêmio.

Aos 18 anos e em seu quinto jogo pelo time principal, o atacante fez seu primeiro gol pelo Tricolor!

Com a virada, Tite voltou a mexer no Flamengo, com Matheuzinho e Luiz Araújo substituindo Pablo e Arrascaeta. O momento, contudo, era todo do Grêmio.

Aos 40, o jovem André Henrique ampliou. O atacante de 21 anos aproveitou o desvio de Villasanti após escanteio de Reinaldo para explodir a Arena em festa: 3 a 1 de virada!

Flamengo reage tarde demais

Depois de quase 80 minutos sonolentos, o Flamengo se viu atrás do placar e na necessidade de correr atrás do resultado. Aos 43, Luiz Araújo ainda devolveu o Rubro-Negro ao jogo: desviou de cabeça falta cobrada por Everton Ribeiro e deixou o placar em 3 a 2.

Grêmio 3 x 2 Flamengo

Grêmio: Gabriel Grando; Geromel, Bruno Alves e Kannemann (Cristaldo); João Pedro, Villasanti, Pepê e Reinaldo; Everton Galdino (Nathan Fernandes), Lucas Besozzi (Ferreirinha) e João Pedro Galvão (André). Técnico: Renato Portaluppi.

Flamengo: Rossi; Wesley, Pablo, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Pulgar (Everton Ribeiro), Thiago Maia, Gerson e Arrascaeta; Everton Cebolinha (Bruno Henrique) e Pedro (Gabigol). Técnico: Tite.

Gols: Ferreirinha (30’/2ºT), Nathan Fernandes (36’/2ºT) e André Henrique (40’/2ºT), do Grêmio; Everton Cebolinha (41’/1ºT) e Luiz Araújo (43’/2ºT), do Flamengo.

Cartão amarelo: Kannemann, Ferreirinha e Geromel (GRE); Pulgar, Léo Pereira, Luiz Araújo e Everton Ribeiro (FLA)

Público e renda: 20.206 pagantes / 22.325 presentes / R$ 1.203.794,00.

Motivo: 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Data e horário: 25 de outubro de 2023 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília).

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre – RS.

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG).

Auxiliares: Bruno Raphael Pires (GO) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG).

Árbitro de vídeo: Rodolpho Toski Marques (PR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui