Escola de Música celebra 60 anos em cerimônia prestigiada  e com boas notícias

0
21

Na noite desta quarta-feira(10), o Teatro Levino Alcântara (TLA), na Escola de Música de Brasília (EBM), teve lotação máxima. Alunos, professores, autoridades, músicos e uma plateia eclética  prestigiaram a sessão solene em homenagem aos 60 anos da instituição. O evento, proposto pela presidente da Comissão da Comissão de Assuntos Sociais (CAS), deputada Dayse Amarilio (PSB), foi repleto de emoção, muita música e homenagens. 

Dayse, que é enfermeira obstetra e servidora pública há 23 anos, começou sua fala dizendo acreditar que a música é sem sombra de dúvidas uma grande aliada na prevenção do adoecimento e da promoção à saúde. 

“Sabemos que há estudos científicos que demonstram que ouvir música, tocar ou cantar está associado ao bem dos indivíduos e vimos isso na pandemia. Na pandemia a música foi um grande facilitador de saúde  mental. Além disso, a música tem o poder de conectar as pessoas, de transformar o ambiente onde estamos. Por isso, hoje me sinto extremamente honrada em estar neste solo sagrado, que é palco de grandes histórias e de nomes que formaram ícones da nossa música. Nossa intenção aqui é homenagear aqueles que fizeram parte dos 60 anos da história da Escola de Música de Brasília”, disse. “ A EBM é  considerada uma das melhores em educação musical e profissional da América Latina, está entre as mais conceituadas do mundo. Ela merece todo nosso reconhecimento, nossa gratidão e honrarias pelo papel inestimável que desenvolve para formação de nossas crianças, jovens e adultos e para o fortalecimento da nossa cultura”, completou Dayse Amarilio, que em seguida soltou  o gogó e cantou um trecho da música “Pais e Filhos”, do grupo Legião Urbana e chamou a público para acompanhá-la.

Escola de Música de Brasília será reformada-  A grande notícia da noite foi dada pela Secretária de Educação do DF, a Sra. Hélvia Paranaguá, que após uma fala emocionada sobre o poder da música  anunciou a reforma da Escola de Música de Brasília.

“ Precisamos melhorar a Escola de Música. Resgatei o processo físico da reforma da EBM, iremos atualizar o projeto, que terá um custo estimado de R$13 milhões”, informou. “Já estamos colocando no plano de obra para 2024 e esse vai ser um ano para levantar o recurso e atualizar o projeto. Vai vir a reforma”, assegurou Hélvia.

Concurso para Orquestra Sinfônica de Brasília – Na ocasião, o Secretário de Cultura e Economia Criativa do DF, o Sr. Cláudio Abrantes, agradeceu como cidadão e como gestor público o papel da Escola de Música de Brasília para o Distrito Federal. Cláudio, destacou que mais que “celeiro”, a EBM é a “própria terra vermelha”, o chão do Distrito Federal, adubado com a ousadia do maestro Levino e o talento de tantos que passaram pela instituição.

“Como cidadão eu sou muito grato à Escola de Música de Brasília, por ter uma interferência na vida da minha família. Como ente público e agora secretário de Cultura eu tenho muito a agradecer à EBM, pois o nosso grande braço cultural é a Orquestra Sinfônica de  Brasília. Quero aproveitar para saudar todos os músicos da nossa Orquestra na pessoa da aqui professora  Ariadne Paixão, que é a presidente da Associação dos Músicos da Orquestra Sinfônica de Brasília. E aproveitando a ocasião, quero dar uma boa notícia para vocês, algo que a Orquestra anseia muito. Estamos preparando, espero que para o segundo semestre, nós possamos  divulgar o edital – que não acontece há 10 anos- do concurso para a Orquestra Sinfônica de Brasília. 

Participaram, o diretor da Escola de Música de Brasília, o Sr. Davson de Souza; o vice-diretor da Escola de Música de Brasília, o Sr. Daniel Backer ; o subsecretário de Programas de Ações Integradas às Regiões Administrativas da Secretaria de Turismo, o Sr. Franklin da Cruz Martins e a Reitora Pro-Tempore  da UNDF, a Sra. Simone Costa, a  Escola de Música é um projeto de Estado que deu muito certo.

Música e homenagens- No decorrer da solenidade, houve três momentos musicais que contaram com Madrigal e Orquestra de Cordas, Banda Sinfônica e por fim BigBand. Também foram entregues moções de louvor para músicos e professores do período inicial da EMB.

Relevante Interesse Cultural –  A deputada Dayse Amarilio protocolou na Casa o  Projeto de Lei 1028/24, que visa reconhecer a Escola de Música de Brasília como de relevante interesse cultural, social e econômico do Distrito Federal. Caso aprovado, a critério dos órgãos responsáveis, a Escola de Música de Brasília poderá ser objeto de proteção específica, por meio de inventários, tombamento, registro ou de outros procedimentos administrativos, pelos órgãos competentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui