Entorno recebe primeiro Seminário do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência

0
12

O Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania iniciou a divulgação do plano ‘Viver Sem Limites’ com um seminário na região do Entorno e Nordeste goiano, em parceria com a Secretaria do Entorno do DF.

Na manhã desta quinta-feira, municípios goianos da Região de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride) acolheram o primeiro seminário de apresentação do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, chamado de “novo Viver Sem Limites”, que será levado a todas as regiões brasileiras. O evento realizado em Brasília foi uma iniciativa conjunta da Secretaria de Estado do Entorno do Distrito Federal (SEDF-GO) com a Secretaria Nacional de Direitos das Pessoas com Deficiência do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania (MDHC), o Instituto Brasileiro de Educação e Desenvolvimento (Ibede) e o Consórcio Intermunicipal do Nordeste Goiano (Cisbango).

Caroline Fleury, Secretária do Entorno do DF, destacou a importância da união entre os entes federados para promover melhorias significativas na vida das pessoas com deficiência. Segundo o MDHC, o processo de adesão dos municípios ao plano começará em 2025.“O Governo de Goiás está junto com o governo Federal e os Municípios para viabilizar a melhoria de vida do cidadão do Entorno. Vamos trabalhar para que todos possam implementar projetos e captar recursos para inclusão da pessoa com deficiência”, frisou.

Ana Paula Feminella, da Secretaria Nacional de Direitos das Pessoas com Deficiência, salientou a necessidade de superar a desigualdade social e os estigmas associados às deficiências. “É fundamental que os direitos sejam garantidos e que o tema deixe de ser um tabu”, afirmou.

Durante o seminário, foram discutidas as diretrizes do Plano com representantes de 26 municípios das regiões Metropolitana do Entorno e Nordeste goiano. Raimundo Júnior, agente de trânsito de Águas Lindas de Goiás, expressou seu entusiasmo com a abrangência do plano: “Saio daqui com uma nova perspectiva sobre a necessidade de integrar o plano nas diferentes secretarias municipais.”

Maitê Caroline, presidente do Ibede, explicou que a missão do instituto é fomentar a adesão municipal ao plano, incorporando os direitos das pessoas com deficiência nas políticas públicas. “O conhecimento é o primeiro passo para a mudança,” comentou.

O seminário também contou com a presença dos deputados federais Erika Kokai e Célio Silveira, da presidente do Consórcio Intermunicipal do Nordeste Goiano (Cisbango), a prefeita de Buritinópolis Ana Paula Soares Dourado, da prefeita do município de São João D’Aliança Débora Domingues. Também participaram os vereadores Tiago Machado (Luziânia), Shinayder Frederico de Melo (Formosa) e outras lideranças de Novo Gama, Luziânia, Águas Lindas, Alexânia, Valparaíso, Cristalina, Cocalzinho, Formosa.

O evento teve, ainda, a apresentação do coral de 17 crianças atendidas pela Associação das Obras Pavonianas de Assistência – Ceal/LP que trabalha para minimizar as dificuldades relacionadas à Deficiência Auditiva, à Deficiência Intelectual/Transtornos do Espectro Autista de Brasília.

Sobre o Plano

Lançado em novembro de 2023, o plano “novo Viver Sem Limites” é estruturado em quatro eixos temáticos, com 95 ações planejadas. Segundo Antônio José do Nascimento Ferreira, diretor de Relações Institucionais da Secretaria Nacional, o plano visa envolver todos os 5 mil municípios brasileiros. “Nosso objetivo é engajar todos para melhorar a vida das mais de 18 milhões de pessoas com deficiência no país,” concluiu Antônio José.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui