Entidades e empresas lançamcampanha para reconstruir a cadeia do setor no RS

0
11

As entidades representativas da cadeia produtiva do calçado Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), em união com empresas do setor, lançaram a campanha Movimento Próximos Passos RS. O objetivo é reconstruir o ecossistema calçadista gaúcho, priorizando seu bem mais valioso: as pessoas.
   ‎  ‍

Em manifesto conjunto, “o movimento destaca que a cadeia calçadista no Rio Grande do Sul não é apenas um setor econômico; é o sustento de milhares de famílias, a base de seus sonhos e de seu futuro”. Com aproximadamente 3 mil empresas e cerca de 120 mil trabalhadores diretos, a cadeia produtiva tem papel social e econômico fundamental para o Estado. “Nos últimos dias estamos sendo testemunhas de uma tragédia sem precedentes no Rio Grande do Sul. Uma catástrofe climática que está deixando milhares de empresas e milhões de famílias devastadas. Perdemos não somente bens materiais, mas lares, documentos, recordações, amigos e familiares. Mas, em meio ao caos e tristeza, surgiu uma força inigualável: a solidariedade do povo gaúcho e de todo Brasil, manifestada em atos voluntários e doações generosas para reconstruir vidas e renovar a esperança”, continua o manifesto.
  ‎  ‍
Para Silvana Dilly, superintendente da Assintecal, a união das entidades e empresas que fazem parte do ecossistema do calçado será fundamental para a recuperação da atividade. “Um período de grave crise, com uma catástrofe climática como nunca vista no Rio Grande do Sul, exige medidas urgentes de auxílio. A resposta da união entre entidades e empresas não somente do Estado, mas de todo o Brasil, é igualmente histórica e irá ajudar milhares de pessoas envolvidas na produção do calçado”, diz.
   ‎  ‍

O presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, destaca que o Movimento Próximos Passos RS é uma resposta à urgência de reconstrução da cadeia produtiva, que tem nas pessoas seu principal ativo. “Somos um setor intensivo em mão de obra. São milhares de pessoas que vivem da atividade. A reconstrução, primeiro da vida dessas pessoas, é o nosso principal objetivo com a campanha. É a partir da dignidade e das condições de moradia das famílias que dependem da cadeia calçadista que teremos um setor inteiro restabelecido.”

Segundo o presidente-executivo do CICB, José Fernando Bello, a indústria está unida e comprometida pela recuperação do Rio Grande do Sul, com apoio às famílias atingidas, muitas das quais ligadas à produção de couro, que é uma força cultural e econômica tradicional do Estado. “As cheias impactaram a vida nesse território, mas, ao mesmo tempo, trouxeram à tona uma potência imensa de solidariedade e cooperação de empresas e pessoas. Iremos juntos superar esse desafio”, comenta o dirigente.
   ‎  ‍

Como funciona
O Movimento Próximos Passos RS é um movimento coletivo, que além das entidades, já conta com a adesão de importantes empresários do Estado e de fora dele. Fazem parte da campanha, como embaixadores: Alexandre Birman (Arezzo&Co); Pedro Bartelle (Vulcabras); Sergio Bocayuva (Usaflex); Danilo Cristofoli (Cristofoli); Ana Carolina Grings (Piccadilly); Astor Ranft (Pegada); Daniel Gewehr (Via Marte); Ricardo Wirth (Wirth); Andrea Kohlrausch (Bibi); João Santos (Conforto); Giuliano Spinelli (PG4); Marcelo Lehnen (Dakota); Luiz Barcelos (Luiza Barcelos); Rudimar Dall Onder (Grendene); Vilson Hermes (Grupo Dass); Rafaela Furlanetto (Vicenza); Luciana Wodzik (Arezzo); Carlos Mestriner (Klin); Ronaldo Lacerda (Lynd); Júnior César Silva (Crômic); Roberto Argenta (Calçados Beira Rio); Marçal Muller (Grupo Ramarim); Sergio Gracia (Kidy); Marcelo Paludetto (Democrata); Marcelo Reichert (FCC); Gerson Berwanger (Bertex); Marco Schmitt (Box Print); Jose Claudio Blos (Brisa / Intexco); Marcelo Nicolau (Cipatex); Renato Raimundo (Grupo Stick Fran); Aecio Junior Rosaboni (JR Soluções); Milton Killing (Killing Tintas e Adesivos); Eduardo Seleme (Viposa); ⁠Evandro e Volnei Durli (Durlicouros); ⁠Augusto Coelho (Curtume Moderno); ⁠Gilmar Harth (CBR); ⁠Mário Spaniol (Couroquímica); ⁠Rodrigo Saragiotto (Romeu Couros); ⁠Jordi Codina Satorras (Cobrasil); ⁠Wayner Machado (Curtume Tropical); ⁠Emílio Bittar (Coming); ⁠Rafael Collet (Courovale); ⁠Cezar Müller (A.P. Müller); ⁠Jair Krummenauer (Cortume Krumenauer); Emerson Fuga (Curtume Luiz Fuga); Mauro Becker (Curtume Mats); Humberto Henrich (Henrich/Carrano); Gilmar Haag (Grupo Cofrag); Levi sottomaior (Quimicolla); Atson Bessas (Atta industrial); e Luiz Felipe Rodomonte de Souza (Spikes).
   ‎  ‍

Já as marcas e empresas embaixadoras são: Abicalçados, Assintecal, CICB, pulsAR, BFSHOW, Arezzo&Co, Arezzo, Anacapri, Brizza, Alme, Schutz, Troc, ZZmall, Vicenza, Vulcabras, Usaflex, Cristofoli, Piccadilly, Pegada, Via Marte, Wirth, Ramarim, Comfortflex, Bibi, Conforto, PG4, Luiza Barcelos, Klin, Kidy, Lynd, Crômic, Marina Mello, Randall, Polo Go, Calçados Beira Rio, Bebecê, Democrata, Grupo Dass, Grendene, Rider, Cartago, Melissa, Grendha, Zaxy, Ipanema, Grendene Kids, Pega Forte, Azaleia, Mormaii, Stably, Dakota, FCC, Bertex, Brisa, Intexco, Cipatex, Grupo Stick Fran, JR Soluções, Killing Tintas e Adesivos, Box Print, Viposa, Durlicouros, Curtume Moderno, CBR, Couroquímica, Romeu Couros, Cobrasil, Curtume Tropical, Luiz Fuga, Curtume Mats, Coming, Courovale, A.P. Müller e Courtume Krumenauer, Carrano, Grupo Cofrag, Atta industrial, Quimicolla, Spikes, INSPIRAMAIS e Origem Sustentável.
   ‎  ‍

O Movimento Próximos Passos RS deu seu pontapé inicial com muitos apoiadores e segue aberto para novos apoios que buscam a reconstrução do setor no Estado.
   ‎  ‍

As doações recolhidas via pix ou depósito (nacional) e via depósito internacional estão sendo alocadas em um fundo para posterior destinação a entidades de auxílio mapeadas nas cidades atingidas: Associação de Amigos da Oktoberfest (Amifest de Igrejinha), Campo Bom Solidário, Distrito LD2 da Associação Internacional de Lions Clubes (Roca Sales, Muçum, Encantado, Arroio do Meio, Estrela, Lajeado e Taquari), Lions Clube de Parobé, Lions Clube de Três Coroas e Rotary Clube Oeste de Novo Hamburgo.
   ‎  ‍

Tragédia em números
As enchentes que atingem o Rio Grande do Sul desde o início de maio, conforme dados atualizados às 12 horas do dia 13 de maio pelo Governo do Estado, já atingiram 447 municípios e 2,1 milhões de pessoas, com 538 mil pessoas desalojadas e 147 óbitos confirmados.
   ‎  ‍

Acesse o Manifesto do Movimento Próximos Passos RS no link.


  ‎  ‍
   ‎  ‍

Veja como ajudar:


Via depósito nacional
Banco do Brasil
Agência: 0314-X
Conta corrente: 39761-X
  ‎  ‍
Via pix
financeiro@abicalcados.com.br
  ‎  ‍
   ‎  ‍

Via depósito internacional*
Banco do Brasil (001)
IBAN: BR9600000000003140000397610C1
SWIFT: BRASBRRJCTA
*As doações no exterior devem incluir o motivo do envio “Ajuda Enchentes RS May 2024”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui