Duas cidades do Entorno estão entre as que mais abrem empresas em Goiás

0
11

Valparaíso de Goiás e Luziânia estão no topo das que mais criaram vagas, junto à Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis e Rio Verde

Desde o início do ano, em todo estado de Goiás, foram abertas 28.398 empresas, ultrapassando a marca de um milhão no acumulado. A maioria está na capital, Goiânia (335.788), que é seguida por Aparecida de Goiânia (80.905), Anápolis (64.204), Rio Verde (34.635), Valparaíso de Goiás (24.391) e Luziânia (23.907), essas duas últimas do Entorno do Distrito Federal. Os dados são da Junta Comercial de Goiás (Juceg), que estima que seja alcançada a marca histórica de 2021, com 33.082 novos CNPJs novos em 2023.

Para a secretária do Entorno, Caroline Fleury, os números expressam uma realidade que tem se fortalecido na região, que não pode mais ser vista apenas como de “cidades-dormitório”.

“Eu tenho defendido que a formação profissional, aliada a linhas de crédito e acesso a programas já existentes dos governos de Goiás e Federal têm auxiliado a manter a população do Entorno no Entorno. Nós entendemos que educação e emprego são pilares do desenvolvimento regional, para que não exista mais relação de dependência, mas de cooperação, com o Distrito Federal”, afirmou a secretária.

Segundo a Juceg, dos 28.398 novos negócios abertos em Goiás, 13.050 contam com mulheres no quadro societário e 1.358 possuem capital superior a R$ 500 mil. Em relação às áreas, a que mais registrou aberturas foram serviços combinados de escritório e apoio administrativo (274), comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (185), comércio varejista de bebidas (183), preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente (171) e treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial (179).

Goiás segue na liderança de abertura de novos negócios entre as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, segundo dados divulgados pelo governo federal por meio do Portal da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas (Redesim). O estado do Ceará ficou em segundo lugar, com 2.246 empresas e, em terceiro, Mato Grosso, com 2.104 novos empreendimentos.

Comunicação Setorial – Secretaria do Entorno do Distrito Federal de Goiás com informações da Junta Comercial de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui