Dia da Cultura Surda será celebrado em 5 de setembro no DF

0
75

Thiago Manzoni afirma ainda que celebração visa combater o preconceito com relação à comunidade, ao mesmo tempo que busca incentivar a criação de vínculos de confraternidade, afinidade e afeto entre os indivíduos

Foi instituído no Calendário Oficial de Eventos do Distrito Federal, por meio da Lei nº 7.392/2024, o ‘Dia da Cultura Surda’, que será comemorado em 5 de setembro. A iniciativa é do deputado Thiago Manzoni (PL) e foi sancionada pela governadora em exercício, Celina Leão, nesta terça-feira (9).

A comunidade surda no DF é estimada em 97 mil pessoas, das quais cerca de 25 mil usam a linguagem de sinais para se comunicar, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para o autor do projeto, apesar de representarem parcela significativa da população, a comunidade surda, bem como sua cultura, é pouco conhecida do restante da população do DF e do Brasil.

“A cultura surda é o jeito de o sujeito surdo entender o mundo e modificá-lo a fim de torná-lo acessível e habitável com as suas percepções visuais, que contribuem para a definição das identidades surdas e das “almas” das comunidades surdas, abrangendo a língua, as ideias, as crenças, os costumes e os hábitos do povo surdo”, declarou Manzoni em sua justificativa para o projeto de lei.

O distrital afirma ainda que celebração visa combater o preconceito com relação à comunidade, ao mesmo tempo que busca incentivar a criação de vínculos de confraternidade, afinidade e afeto entre os indivíduos, permitindo que tenham uma melhor qualidade de vida.

Christopher Gama – Agência CLDF de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui