Detran flagra 129 motoristas alcoolizados durante o feriado de Ano-Novo

0
42

Operação Boas Festas realiza blitzes nos principais pontos da cidade até 7 de janeiro

Dados preliminares divulgados pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) nesta terça-feira (2) mostram que, entre a noite de 29 de dezembro e a madrugada desta terça (2), 129 motoristas foram autuados por embriaguez ao volante ou por se recusarem a realizar o teste do etilômetro.

Durante a Operação Boas Festas, os agentes de trânsito também flagraram 50 condutores dirigindo sem habilitação, 24 sem o uso do cinto de segurança, 68 utilizando ou segurando o celular enquanto dirigiam, e 12 motocicletas com escapamentos irregulares. Ao todo, 49 veículos e motocicletas foram levados aos depósitos da autarquia.

“A presença dos agentes de trânsito nas vias durante esse período festivo visa evitar que condutores imprudentes provoquem acidentes graves e mortes no trânsito. Por isso, manteremos a intensificação até o próximo final de semana, uma vez que muitas pessoas ainda estão de recesso e, infelizmente, optam por dirigir após consumir bebidas alcoólicas”, destacou o diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito, Clever de Farias Silva.

As ações, realizadas sob a forma de blitze, abrangeram todas as regiões administrativas do DF, contando com agentes em veículos e motocicletas operacionais, além da presença da equipe da aeronave do departamento.

A Operação Boas Festas foi lançada pelo Detran-DF em 30 de novembro e continuará até 7 de janeiro, com um total programado de 1.330 ações de fiscalização. O foco da operação é garantir a segurança viária durante esse período das festas, intensificando as medidas destinadas a coibir motoristas que dirigem sob a influência de álcool, um dos principais fatores de risco para acidentes fatais.

“Dada a elevação do consumo de bebidas alcoólicas durante as festividades de fim de ano, a fiscalização se torna crucial para minimizar os potenciais riscos à população. As pessoas estão confraternizando e ficam mais propícias ao consumo de álcool, mas felizmente o hábito de beber e dirigir vem culturalmente diminuindo, com a geração que já nasceu com a nova lei. Além disso, as pessoas vêm adquirindo consciência, usando medidas como o amigo da vez e o motorista por aplicativo”, observa Farias.​

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui