Câmara Legislativa realiza solenidade para celebrar os  60 anos da Escola de Música de Brasília 

0
13

O evento, proposto pela vice-presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), deputada Dayse Amarilio (PSB), acontece na próxima quarta-feira (10),às 19h, no Teatro Levino Alcântara, localizado na L2 Sul

A música faz parte de nossas vidas desde o nascimento até nossa morte. Todos nós temos uma história, uma lembrança, um momento feliz ou até triste, mas importante, que foi embalado por alguma melodia. A música faz parte de nosso cotidiano.  Mas para  além disso, quando estudamos  música desenvolvemos a confiança e a criatividade, aprendemos a trabalhar em equipe, aumentamos a disciplina e a concentração.  Nesse sentido, enaltecer a música, os musicistas e mais que isso, o papel fundamental desenvolvido pela “sessentona” Escola de Música de Brasília na formação e qualificação técnica de profissionais que se dedicam ao sublime ofício da música é mais que uma necessidade, é uma obrigação.

Por isso, na próxima quarta-feira (10), a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), por iniciativa da vice-presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), deputada Dayse Amarilio (PSB),  vai se transferir para as dependências do Teatro Levino Alcântara, localizado na Escola de Música de Brasília(EMB), na 602 Sul,  para realizar uma sessão solene em homenagem aos 60 anos da EBM. 

“Queremos promover uma solenidade em homenagem aos 60 anos da Escola de Música de Brasília, de modo a honrar a história da instituição e tudo o que ela representa para a arte, não somente no âmbito do Distrito Federal, mas também no país e fora do Brasil”, diz Dayse Amarilio. “A Escola de Música de Brasília, esta senhora sexagenária, é  considerada uma das melhores em educação musical e profissional da América Latina, está entre as mais conceituadas do mundo. Pública, a instituição é coordenada pela  Secretaria de Educação do Distrito Federal e tem como missão ser democrática e atender os mais diversos tipos de alunos.Ela merece todo nosso reconhecimento, nossa gratidão e honrarias pelo papel inestimável que desenvolve para formação de nossas crianças, jovens e adultos e para o fortalecimento da nossa cultura”, completa a parlamentar. 

Foram convidados para o evento o diretor da Escola de Música de Brasília, o Sr. Davson de Souza; o vice-diretor da Escola de Música de Brasília, o Sr. Daniel Backer;  o governador do Distrito Federal, o Sr. Ibaneis Rocha (MDB); a vice- governadora do DF, a Sra. Celina Leão (PP); a Secretária de Educação do DF, a Sra. Hélvia Paranaguá; o Secretário de Cultura e Economia Criativa do DF, o Sr. Cláudio Abrantes; o Secretário de Turismo, o Sr. Cristiano Araújo;  a Reitora Pro-Tempore  da UNDF, a Sra. Simone Costa; o  Ministro da Educação, o Sr. Camilo Santana; a Ministra da Cultura, a Sra. Margareth Menezes e a senadora Leila Barros (PDT).

No decorrer da solenidade , haverá três momentos musicais que contarão com Madrigal e Orquestra de Cordas, Banda Sinfônica e por fim BigBand. Serão entregues moções de louvor para músicos e professores do período inicial da EMB.

O evento será aberto ao público, basta retirar seu ingresso no sympla https://l1nk.dev/AQvD8

Corra e já garanta o seu. 

Relevante Interesse Cultural –  A deputada Dayse Amarilio protocolou na Casa o  Projeto de Lei 1028/24, que visa reconhecer a Escola de Música de Brasília como de relevante interesse cultural, social e econômico do Distrito Federal. Caso aprovado, a critério dos órgãos responsáveis, a Escola de Música de Brasília poderá ser objeto de proteção específica, por meio de inventários, tombamento, registro ou de outros procedimentos administrativos, pelos órgãos competentes.

História – Localizada no coração da capital, a Escola de Música de Brasília, fundada em 1964, tornou-se uma instituição de renome, reconhecida em todo o país por oferecer instrução de alta qualidade em uma variedade de disciplinas musicais, desde a musicalização infanto-juvenil, qualificação profissional ou formação técnica.

A escola tem sido um celeiro de talentos musicais que alcançaram reconhecimento nacional e até mesmo internacional. Muitos de seus ex-alunos seguiram carreiras de sucesso na música, seja como solistas, membros de orquestras renomadas ou professores influentes. Pela instituição, passaram artistas como os cantores Ney Matogrosso e Cássia Eller, o bandolinista Hamilton de Holanda, o guitarrista Lula Galvão, o contrabaixista Jorge Helder e o violonista Jaime Ernest Dias. 

A EMB hoje – Os professores dão aulas de matérias básicas, canto e instrumentos para 3.370 alunos nos diversos cursos oferecidos. Localizada na 602 Sul e com uma área construída de 5,5 mil m², a EMB possui 83 salas de aula, duas grandes salas de ensaio reversíveis para apresentação de música de câmera e um teatro com 480 lugares. 

Atualmente, a escola oferece formação em todos os instrumentos de orquestra, piano, violão, canto lírico e música popular, além da prática de conjunto, banda, orquestra e canto coral. A unidade oferta cursos de musicalização, pré-profissionalizantes, profissionalizantes, musicografia, musicografia Braille e o Civebra (Curso Internacional de Verão de Brasília).

Por ser a única escola pública do DF a oferecer o ensino de musicalização e profissionalizante em música, a EMB adota dois critérios distintos de admissão: teste de verificação de nível para alunos já musicalizados da rede oficial de ensino ou da comunidade e sorteio para os candidatos não musicalizados provenientes da rede (60% das vagas) e para a comunidade (40% das vagas).

Serviço:

Solenidade em homenagem aos 60 anos da Escola de Música de Brasília

Data:10/04/2024

Local:  Escola de Música de Brasília

Teatro Levino Alcântara, localizado na L2 Sul

Horário: 19h

Ingressos (gratuitos): sympla https://l1nk.dev/AQvD8

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui