ACT possibilitará ações de revitalização na bacia do rio Preto, no DF

0
81

Nesta quinta-feira (14/12), durante a XLVI Plenária Ordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), foi assinado o Acordo de Cooperação Técnica voltado para a implantação de ações de revitalização que englobam a adequação de canais rudimentares de irrigação e construção de tanques lonados na Bacia Hidrográfica do Rio Preto, no Distrito Federal. As melhorias serão executadas com recursos advindos da cobrança pelo uso dos recursos hídricos na bacia do São Francisco.

O documento, que regulamenta obrigações e deveres das instituições participantes – Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Agência de Bacia Hidrográfica Peixe Vivo (APV), Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (EMATER) e o Governo do Distrito Federal (GDF), representado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do DF (SEAGRI), foi assinado pelo presidente do CBHSF, José Maciel Nunes de Oliveira, e pela diretora geral da APV, Elba Alves Silva.  O ACT agora segue para assinatura dos representantes dos demais órgãos.  

O superintendente de Recursos Hídricos da Adasa, Gustavo Carneiro, que representou o Distrito Federal na cerimônia de assinatura, destacou a importância do acordo para a gestão integrada dos recursos hídricos: “Esse projeto trará imensos benefícios para a produção agrícola sustentável na bacia do rio Preto, com foco especial nos pequenos e médios produtores, que poderão contar com tecnologias de baixo custo para garantir o uso eficiente da água e a consequente redução das dificuldades enfrentadas durante os períodos de estiagem”.

Além de Carneiro, o coordenador da Câmara Consultiva Regional do Alto São Francisco (CCR Alto São Francisco), Altino Rodrigues, também assinou o documento como testemunha.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui