Acordo entre CLDF e GDF: Recomposição orçamentária e resolução de conflitos

0
13

Da Redação

Na busca por um consenso orçamentário, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) e o Governo do Distrito Federal (GDF) alcançaram um entendimento substancial.

O GDF tomou a decisão de vetar uma parcela significativa de R$ 131,5 milhões do orçamento global da CLDF para o ano de 2024, que totaliza R$ 871,9 milhões. A justificativa do governo foi que essa quantia provinha da reserva de contingência, o que levantou discordâncias por parte dos parlamentares.

Diante da insatisfação dos legisladores e das ameaças de derrubar o veto, uma negociação entre a CLDF e o GDF ocorreu na semana passada, resultando em uma abordagem alternativa.

Os representantes da Casa Civil, Gustavo Rocha, e da Economia, Ney Ferraz, asseguraram aos deputados que o governo encaminharia um crédito suplementar para recompor o orçamento da CLDF, sem comprometer a reserva de contingência.

O presidente da CLDF, Wellington Luiz (MDB), confirmou que o GDF propôs um projeto de lei para transferir R$ 49,9 milhões à Casa, além de uma emenda adicional de R$ 38 milhões, totalizando R$ 87,9 milhões para restabelecer o orçamento do órgão. Este acordo foi alcançado com o compromisso de aprovar a matéria nesta terça-feira (6/2), sem a necessidade de derrubar o veto do GDF.

Wellington Luiz declarou: “Nós negociamos e conseguimos progredir”. Esta resolução demonstra um passo significativo na construção de uma relação cooperativa e construtiva entre a CLDF e o GDF, garantindo a estabilidade financeira e operacional da instituição legislativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui