A pedido do Governo de Goiás, Ministério dos Transportes abre diálogo para melhorias no transporte do Entorno do DF

0
18

Grupo de Trabalho, ativo desde janeiro, visa desenvolver soluções para a redução das tarifas e aprimoramento da gestão estrutural do sistema de transporte

O Ministro dos Transportes, Renan Calheiros Filho, anunciou a formação de um Grupo de Trabalho dedicado a propor melhorias na gestão do transporte coletivo semiurbano de passageiros na área entre o Distrito Federal (DF) e municípios adjacentes. A iniciativa, em resposta a uma solicitação do Governo de Goiás encaminhada pelas secretarias Geral de Governo (SGG) e de Estado do Entorno do Distrito Federal (SEDF-GO), foi oficializada com a publicação da Portaria 129 no Diário Oficial da União, na última sexta-feira (16).

O Grupo de Trabalho inclui representantes do Governo Federal – por meio do Ministério dos Transportes (MT), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), da Infra S.A – e dos governos de Goiás e do DF. A missão mais urgente do GT trata-se da redução das tarifas do transporte interestadual para os usuários. Mesmo antes da portaria ser publicada, o GT realizou quatro reuniões desde janeiro.

“Temos discutido caminhos para mitigar o aumento tarifário previsto pela ANTT para este mês. Contudo, o nosso objetivo é assegurar uma tarifa justa a longo prazo, buscando alternativas como subsídios conjuntos entre União, Goiás e DF, porque é impraticável essa passagem de mais de R$ 10”, destacou Caroline Fleury, titular da SEDF-GO.

Para uma solução de longo prazo, o Governo de Goiás propõe a criação de um modelo de gestão compartilhada do sistema de transporte na região, visando soluções integradas. “Atualmente, o desequilíbrio na gestão do transporte, que é de responsabilidade federal por ser interestadual, resulta em tarifas elevadas para os usuários. Precisamos revisar essa estrutura”, enfatizou Caroline Fleury.

Miguel ngelo Pricinote, Subsecretário de Políticas para Cidades e Transporte da SGG, aponta o modelo adotado na região metropolitana de Goiânia como um exemplo a ser seguido. “Lá, o Estado gerencia o transporte, diferentemente do Entorno, onde a União tem essa prerrogativa. Estamos comprometidos em encontrar soluções práticas e aplicar o conhecimento adquirido em Goiânia”, acrescentou Pricinote.

Do GT espera-se, ainda, uma ampla reestruturação do sistema de transporte, baseada em estudos conduzidos pela Infra S.A, que contemplarão a gestão de linhas, a demanda de usuários, e a regularização das empresas operantes, visando a melhoria da qualidade do serviço oferecido.

Entenda

As tratativas com o Ministério dos Transportes iniciaram-se em dezembro do ano passado, quando a secretária da SEDF-GO, Caroline Fleury, se reuniu com a Secretária Nacional de Transporte Rodoviário do Ministério dos Transportes (MT), Viviane Esse.

A primeira reunião do GT ocorreu em 10 de janeiro, com a presença do secretário Chefe de Governo da SGG, Adriano da Rocha Lima, e da secretária Caroline Fleury. Depois disso, outras quatro reuniões foram realizadas, sendo a última em 15 de fevereiro.

“Essa abertura do Governo Federal é extremamente importante para que a gente avance para soluções concretas. Do jeito que está, é insustentável para a população”, assinalou Caroline Fleury.

Comunicação Setorial – Secretaria de Estado do Entorno do DF (SEDF-GO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui